Viveiro de saberes

Iniciativa pessoal - Viveiro Saberes

Cerrado

Cerrado

Restauração florestal

Restauração florestal

15 - Vida terrestre

15 - Vida terrestre

Gallery Image - 0
Gallery Image - 1
Gallery Image - 2
Gallery Image - 3
Gallery Image - 4
Gallery Image - 5
Gallery Image - 6
Gallery Image - 7
51%

R$ 61,58

Arrecadados da meta de R$ 120,00

2

Doadores

1

Dias para acabar a campanha

Compartilhe

Campanha criada por:
logo

Associação Ambiental Nature Invest

Pesquisa apresentada na conferência sobre o clima COP27, sediada no Egito, revelou que até 2050 alguns rios de Goiás, podem perder até 67% do volume. Essa perda faria com que esses rios se tornem intermitentes, ou seja, que o curso d'água exista apenas no período chuvoso. O desmatamento agropecuário e a utilização da água dos rios para a irrigação agrária foram os principais fatores associados à diminuição da vazão dos rios, constatados pela pesquisa, contribuindo aproximadamente em 56% das vezes. O segundo fator percebido foram as mudanças climáticas, aparecendo em percentual menor.

O Projeto Viveiro de Saberes será implantado no Nordeste Goiano, Município de São Domingos de Goiás, que possui um "mosaico" de Unidades de Conservação, o Parque Estadual de Terra Ronca, maior complexo de caverna da América do Sul, a Reserva Extrativista Recanto de Terra Ronca e APA Serra Geral de Goiás, buscando soluções para a renaturalização e recuperação dos rios e veredas em áreas sensíveis degradadas pela ação do homem(seja criação de gado e/ou queimadas), o Projeto Viveiro de Saberes propões através de soluções baseadas na natureza a conservação e preservação os cursor d'água, com do plantio de arvores nativas do cerrado, "plantar arvore para colher águas", aumento do volume hídrico, recuperação de rios e veredas que estão sendo assoreados e compactados pelo uso agropecuário.

O projeto Viveiro de Saberes, buscará através de oficinas, cursos, mutirões e dia de campo, sensibilizar

agricultores rurais das unidades de conservação sustentáveis e entorno a recuperar áreas degradadas, demarcar e cercar áreas de veredas e cursos d'águas através de plantio de mudas nativas do cerrado, buscando resgatar os saberes locais de especies da flora que possui valores culturais, econômicos e regenerativos. Multiplicando mudas de especies nativas do cerrado, como buriti, baru, baunilha do cerrado, cajuzinho, jatobá, dentre outros. Assim os agricultores que aderirem de forma voluntaria ira ter acompanhamento técnico, e qualificado sua área para de forma sustentável e buscando oferecer serviços ecossistêmicos dentro dos parâmetros de diretrizes do programa de Pagamento por serviços Ambientais - PSA, assim podendo observar que preservar o cerrado, manter o Cerrado em pé, é financeiramente viável, pelo retorno dos benefícios gerados em sua propriedade.

No inicio será instalado 1 unidade de referencia Viveiro de Saberes, onde irá ser realizados os cursos, oficinas, e recuperação da mata ciliar de parte do Rio Bonito que desagua no Rio Macaco que deságua no Rio São Domingos.

 

 

Ajude esta campanha:

Selecione a cota

Doe R$ 50,00
Adote um Rio, pela proteção e recupeção das verredas e águas do cerrado.

Adote um Rio, irá recompensar com sua logo, marca e/ou nome em placa de conscientização nos rios e veredas recuperadas pelo projeto.

20 Disponíveis
Doe R$ 100,00
Planatando água! Irá realizar o cercamento e recuperação de áreas degradas de Rios e veredas.

Plantando água, irá lhe presentar com com uma muda de buriti (Mauritia flexuosa)e/ou baunilha do Cerrado (Vanila edwalli)

50 Disponíveis
Doe R$ 30,00
Plante uma semente! Pela aquisição das sementes e fortalecimento dos extrativista

A cota Plante uma semente, irá presenteá-lo com uma doação com 10 sementes do cerrado pronta para o plantio de 5 espécies distintas de arvores da flora do cerrado.

30 Disponíveis
Doação personalizada

Faça uma doação com valor personalizado.